China financia construção de infraestruturas em Cabo Verde

Praia- Cabo Verde (PANA) -- O novo embaixador da China em Cabo Verde, Wu Yuanshen, garantiu quarta-feira na Praia que o seu país vai financiar a construção de novas infraestruturas no arquipélago, soube-se de fonte oficial.
Yuashen citou entre as infraestruturas o primeiro Estádio Nacional, uma central de consultas e uma nova maternidade do Hospital Agostinho Neto na capital cabo-verdiana, bem como uma barragem para retenção das águas pluviais.
O diplomata chinês, que falava após o seu primeiro encontro com o primeiro-ministro cabo-verdiano José Maria Neves, afirmou que o financiamento destes projectos já está em vias aprovaçãos, destacando que a prioridade será dada à construção da central de consultas e da nova maternidade do Hospital Agostinho Neto.
Afirmou ainda que discutiu com o chefe do governo cabo-verdiano a possibilidade de lançamento em Cabo Verde de uma das cinco Zonas Económicas Especiais que a China pretende criar no continente africano.
"Este foi um encontro muito proveitoso, para a troca de opiniões de como promover as relações estratégicas entre os dois países", afirmou o diplomata após o encontro.
As relações entre Praia e Pequim remontam a 1976, com o estabelecimento de relações diplomáticas entre os dois países e desde então Cabo Verde tem recebido da China apoio técnico e económico, traduzidos em obras como a Assembleia Nacional (Parlamento), o Palácio do Governo e a Biblioteca Nacional.
No ano passado, foi inaugurada a primeira barragem em Cabo Verde, na localidade de Poilão na ilha de Santiago, que foi financiada e construída pela China.
A China perdoou recentemente a Cabo Verde uma dívida de 30 milhões de yuans (3,6 milhões de euros), montante que deverá ser investidos em novos projectos no arquipélago.

21 juin 2007 11:19:00


xhtml CSS