Cheias matam 3 pessoas e causam 6 mil deslocados no Zimbabwe

Harare- Zimbabwe (PANA) -- O governo zimbabweano e agências humanitárias referiram quinta-feira que mais duas pessoas morreram em consequência das cheias que afectam o norte do país, aumentando o número de vítimas mortais para três em dois dias.
Segundo o governo e as agências, mais de 6 mil pessoas que vivem no distrito de Muzarabani e seus arredores foram deslocadas pelas cheias, que se seguiram a vários dias de chuvas torrenciais.
"As chuvas causaram muitos estragos a casas e plantações, mas estamos a tentar fazer os possíveis para melhorarmos a vida das pessoas", disse o Governador da localidade de Mashonaland, Elliot Manyika.
A Força Aérea enviou helicópteros para distribuir alimentos às pessoas afectadas pelas cheias, as primeiras que ocorrem no Zimbabwe, que tinha sido devastado pela seca, desde o início da época chuvosa no país em Outubro de 2002.
As agências humanitárias sublinharam que mais de 30 toneladas de alimentos, medicamentos e cobertores eram necessários urgentemente para assistir os deslocados.
O distrito de Muzarabani situa-se na fronteira com Moçambique e a Zâmbia.

28 Fevereiro 2003 09:04:00


xhtml CSS