Chefe de missão da UA exige mais tropas na Somália

Mogadíscio, Somália (PANA) - O enviado especial da União Africana (UA) e chefe da missão da UA na Somália, Francisco Madeira, pediu o envio de mais tropas com vista a apoiar o novo Governo na luta contra o movimento rebelde al-Shabab.

Citado pela imprensa local, Madeira insistiu na necessidade de ajudar as forças de segurança somalís no cumprimento das suas missões nas zonas libertadas da ocupação dos al-Shabab.

Ele afirmou que chegou a hora de dizer que a missão da UA não pode ficar eternamente na Somália e que todo o mundo necessita de forças somalís capazes de preservar a segurança das regiões libertadas.

As declarações de Madeira coincidem com o X aniversário da presença das forças africanas na Somália cujo hoje calculadas em 22 mil soldados.

-0- PANA AS/IN/IS/SOC/MAR/IZ 12março2017

12 Março 2017 11:08:27




xhtml CSS