Chefe de Estado maurício pode demitir-se do seu cargo após 12 de março, diz PM

Port Louis, ilhas Maurícias (PANA) - A Presidente maurícia, Ameenah Gurib-Fakim, pode demitir-se do seu cargo após 12 de março corrente, ou seja após as celebrações previstas para segunda-feira próxima, alusivas ao 50º aniversário da independência da ilha, soube-se de fonte oficial no local.

Este anúncio foi feito sexta-feira última pelo primeiro-ministro maurício, Pravind Jugnauth, na sequência duma revelação do diário L'express, na semana passada, segunda a qual a chefe de Estado teria recebido um cartão de crédito de um milhão de rupias maurícias (quase 30 mil dólares americanos) em 2016 do bilionário angolano Álvaro Sobrino.

Segundo o L'Express, a Presidente maurícia teria usado o cartão em causa para fazer despesas pessoais durante suas viagens no estrangeiro.

Este assunto suscitou, na alta esfera do Estado maurício durante toda desta semana, um escândalo que resultou, na noite de quinta-feira, numa decisão do Governo de pedir a demissão da Presidente Gurib-Fakim, de acordo com o chefe de Governo maurício.

-0- PANA NA/TBM/DIM/DD 10março2018

10 Março 2018 12:43:25


xhtml CSS