Chefe da ONU pede calma após eleições presidenciais no Mali

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) - O Secretário-Geral da ONU, António Guterres, encorajou os líderes políticos do Mali a promoverem uma "atmosfera pacífica e evitar retórica incendiária", após a conclusão da segunda volta das eleições presidenciais no país.

O apelo de Guterres consta de um comunicado de felicitações ao povo e o Governo malianos pela realização pacífica do escrutínio, que decorreu domingo último, depois da primeira volta realizada a 29 de julho passado, para escolher um novo Presidente da República.

O chefe de Estado cessante, Ibrahim Boubacar Keita, que busca um segundo mandato, enfrentou na primeira volta 22 adversários, incluindo o líder da oposição, Soumaila Cisse.

Foi necessária uma segunda volta, entre os dois candidatos mais votados, uma vez que nenhum dos concorrentes conseguiu os mais de 50 porcento dos votos exigidos para ganhar.

Keita obteve 42 porcento dos votos contra 17,78 porcento de Cissé, segundo os resultados oficiais proclamados pela Comissão Eleitoral Nacional Independente (CENI).

Numa declaração, António Guterres diz ter saudado as medidas que permitiram que a votação ocorresse com segurança na maior parte do vasto país da África Ocidental, em meio a dificuldades climáticas e desafios de segurança em algumas áreas.

"O Secretário-Geral apela a todas as partes para que mantenham a calma durante a conclusão do processo eleitoral e continuem a resolver quaisquer reclamações nos termos da lei e da Constituição do Mali", refere a nota divulgada pelo seu porta-voz.

-0- PANA MA/AR/IZ 15agosto2018

15 Agosto 2018 10:55:46


xhtml CSS