Cesária Évora põe termo à carreira

Praia, Cabo Verde (PANA) - A cantora cabo-verdiana Cesária Évora, de 70 anos de idade, decidiu põr termo à sua carreira por razões de saúde, soube a PANA sexta-feira junto da  Lusáfrica, a editora da artista.

Segundo a fonte, Cesária Évora regressou há alguns dias para Paris (França), onde vive habitualmente, tendo os médicos que a seguem naquela cidade “imposto a anulação da próxima digressão”, devido ao seu estado debilitado de saúde.

Face a esta situação, a cantora decidiu, em acordo com o seu produtor e agente José da Silva, “que iria pôr termo definitivamente à sua carreira” e os concertos que tinha agendado para as próximas semanas foram cancelados.

“Apesar da tristeza de Cesária, que não queria abandonar os palcos, por conselho médico vê-se forçada a isso”, indicou fonte da promotora.

Os problemas de saúde de Cesária Evora têm vindo a complicar-se desde 2008, quando em março sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) durante um concerto na Austrália.

“Os seus problemas de saúde são consequência das várias operações cirúrgicas a que tem sido submetida nos últimos anos, entre elas, uma operação a coração aberto em maio de 2010”, explica um comunicado da Lusáfrica.

Na sequência dessa última cirurgia, a cantora, depois de permanecer cerca de um mês em recuperação na capital francesa, regressou a 16 de junho a Cabo Verde para "descansar" na  sua terra natal, onde, entretanto, começou a preparar um novo disco de originais, um trabalho que deverá ser lançado no mercado, provavelmente, em 2012.

Nascida a 27 de agosto de 1941 em Mindelo, na ilha de São Vicente, a “Diva dos Pés Descalços” venceu, em 2004, o Grammy de Melhor Álbum World Music Contemporâneo com o álbum "Voz d'Amor".

Embaixadora de boa vontade da Organização da ONU para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), Cesária Évora foi condecorada, em 2007, pelo então Presidente francês, Jacques Chirac, com a Legião de Honra de França, país onde a artista encetou a sua carreira internacional, tornando-se a voz cabo-verdiana mais conhecida no mundo.

No ano passado, Cesária Évora foi homenageada no seu país com um prémio de carreira na gala Cabo Verde Music Awards.

Considerada a “embaixadora da morna”, música que transmite a melancolia das ilhas cabo-verdianas, a cantora já editou até agora 24 trabalhos discográficos, entre originais, ao vivo e em parceria com outros artistas de vários países.

-0- PANA CS/TON 23set2011

23 Setembro 2011 13:36:21


xhtml CSS