Cesária Évora internada em Paris por AVC

Praia, Cabo Verde (PANA) - A cantora cabo-verdiana Cesária Évora está internada desde sexta-feira à tarde no hospital de Pitie-Salpetriere, em Paris, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), no mesmo dia em que decidiu pôr termo à sua carreira por razões de saúde, anunciou fonte da promotora da artista.

Em declarações à Rádio de Cabo Verde (RCV), a partir da capital francesa, o produtor e agente da artista, José da Silva, adiantou que “o diagnóstico clínico [de Cesária Évora] é ainda reservado”.

Segundo José da Silva, a cantora, de 70 anos, manifestou o desejo de regressar imediatamente a São Vicente, sua ilha natal, depois de pôr fim à sua carreira musical pelos palcos internacionais a conselho médico.

No entanto, a chamada “Diva dos Pés descalços” foi acometida de um súbito mal estar que obrigou ao seu internamento naquele hospital parisiense onde os médicos constataram que a cantora sofrera um AVC.  

Os problemas de saúde de Cesária Évora têm-se vindo a complicar desde 2008, quando sofreu também um AVC durante um concerto em março, na Austrália.

De acordo com a sua produtora, Lusáfrica, essas complicações são consequência das várias operações cirúrgicas a que a cantora foi submetida nos últimos anos das quais a mais recente foi em maio de 2010.

Após essa última cirurgia, ela permaneceu cerca de um mês em recuperação na capital francesa, antes de regressar a Cabo Verde a 16 de junho do mesmo ano para "descansar" na  sua terra natal.

Mas uma vez regressada, começou a preparar um novo disco num trabalho que deve ser lançado no mercado, provavelmente, em 2012.

Conhecida no meio musical como a “Diva dos Pés Descalços”, por cantar sempre descalça, Cesária Evora venceu, em 2004, o Grammy de Melhor Álbum World Music Contemporâneo com "Voz d'Amor".

Embaixadora de boa vontade da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), Cesária Évora foi condecorada, em 2007, pelo então Presidente francês Jaques Chirac com a Legião de Honra de França, país onde a artista encetou a sua carreira internacional, tornando-se na voz cabo-verdiana mais conhecida no mundo.

No ano passado, Cesária Évora foi homenageada no seu país, Cabo Verde, com um prémio de carreira na gala dos Cabo Verde Music Awards.

Considerada a “embaixadora da morna”, música que transmite a melancolia das ilhas cabo-verdianas, a cantora nascida a 27 de agosto de 1941 já editou, até agora, 24 trabalhos discográficos, entre originais, ao vivo e em parceria com outros artistas de vários países.

-0- PANA CS/IZ 25Set2011

25 سبتمبر 2011 10:43:45


xhtml CSS