Cerca de 30 mil crianças vacinadas contra sarampo na Somália

Mogadíscio, Somália (PANA) - O Fundo das Nações Unidas para a Infância e os seus parceiros lançaram terça-feira uma campanha de vacina contra o sarampo de perto de 30 mil crianças somalís, incluindo deslocadas da grave seca que assola o país, anunciou o representante do UNICEF na Somália, Steven Lauwerier.

A campanha que vai durar toda esta semana visa essencialmente os campos dos deslocados em Baidoa, no sudoeste da Somália, e arredores.

Várias crianças nunca foram vacinadas antes, e vêem de regiões isoladas aonde os agentes de saúde não podem, às vezes, deslocar-se devido ao conflito, precisou a UNICEF, num comunicado de imprensa.

Desde o início do ano, perto de cinco mil e 700 casos suspeitos de sarampo foram registados em todo o país, ou seja, mais que o número total em 2016.

O sarampo, uma infeção respiratória viral, que se propaga pelo ar e pelo contacto com o mucus e saliva infetadas, propaga-se pelos campos de deslocados sujos que aumentaram em Baidoa e nos arredores.

Por seu turno, a Organização Mundial da Saúde (OMS) leva a cabo, em colaboração com o Ministério somalí da Saúde, ações contra a propagação da coléra em Baidoa.

Desde o começo do ano, mais de 18 mil casos de cólera foram declarados no país, dos quais  a 317 mortos no sudoeste da Somália, ou seja mais de 60 porcento dos casos de cólera registados no país.

-0- PANA AD/IN/JSG/MAR/IZ 26abril2017

26 Abril 2017 16:22:34


xhtml CSS