Cerca de 30 chefes de Estado participam na XX Cimeira da UA na Etiópia

Addis Abeba, Etiópia (PANA) - Cerca de 30 chefes de Estado e de Governo participam na XX Cimeira da União Africana (UA) iniciada domingo em Addis Abeba, a capital etíope, na presença do presidente da Autoridade da Palestina, Mahamoud Abass, enquanto convidado especial.

Sob o lema principal "Pan-africanismo e Renascimento Africano", o encontro regista a presença dos Presidentes do Zimbabwe, Robert Mugabe, do Sudão, Omar el Béchir, da África do Sul, Jacob Zuma, da Nigéria, Goodluck Jonathan, do Uganda,Yoweri Museveni, do Sudão Sul, Salva Kir, da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema, do Gabão, Ali Bongo Ondimba, do Congo, Denis Sassou N´Guesso, e do Benin, Yayi Boni (também Presidente em exercício cessante da UA).

Estão igualmente presentes nesta XX Cimeira, o chefe do Estado maliano Diancounda Traoré, o Ivoiriense Alassane Ouattara, o Tchadiano Idriss Deby Itno, o Queniano Mwai Kibaki, o da Guiné Conakry, Alpha Condé, o Rwandês Paul Kagamé, o da República Democrática do Congo (RDC), Joseph Kabila, o Senegalês Macky Sall e o Ganense John Dramani Mahama.

Os primeiros-ministros argelino, Abdelmalek Sallal Sata, e etíope, Hailemarian Dessalegn, e o Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, tomam igualmente parte no encontro.

A Cimeira é marcada pelas ausências do Nigerino Mahamadou Issoufou, do Camaronês Paul Biya, do Etíope Mohamed Morsi, do Mauritano Mohamed Abdel Aziz, do Centro-africano François Bozizé e do Gambiano Yahya Jammeh.

Os trabalhos, que vão continuar à porta fechada, serão amplamente dominados pelas crises no continente, precisamente no Mali, entre o Sudão e o Sudão Sul, na República Democrática do Congo (RDC), a República Centro-africana (RCA), na Somália e na    Guiné- Bissau.

Os chefes de Estado farão, além disso, o balanço dos preparativos do cinquentenário da UA, previsto para maio próximo na capital etíope por ocasião da sua 21ª Cimeira,

Várias decisões e recomandações, uma das quais consagrada à "mudança anticonstitucional" que poderá tornar-se "um crime" no continente, serão adotadas segunda-feira no fim da Cimeira.

Reunidos quinta e sexta-feiras últimas, os ministros dos Negócios Estrangeiros da UA procederam, por seu turno, à nomeação dos Comissários para os Recursos Humanos e para  Assuntos Económicos da Comissão da União Africana, respetivamente Marcel De-Paul Ikounga do Congo Brazzaville e  Anthony Mogae Maruping do Lesoto.

Eles elegeram igualmente a Argélia, a Guiné Equatorial, Moçambique, a Nigéria e o Uganda como novos membros do Conselho de Paz e Segurança (CPS) da UA..

-0- PANA SEI/JSG/MAR/DD 27jan2013

27 Janeiro 2013 13:40:00




xhtml CSS