Cerca de 10 mil pessoas saem da pobreza em quatro anos em Cabo Verde

Praia- Cabo Verde (PANA) -- Cerca de 10 mil pessoas conseguiram, nos últimos quatro anos, sair do limiar da pobreza graças às acções levadas a cabo pelo Programa Nacional de Luta contra este flagelo (PNLP),  apurou a PANA quarta-feira de fonte bem informada.
Segundo o coordenador do PNLP, José Maria Veiga, citado pela agência cabo-verdiana de notícias (Inforpress), apesar de tais avanços, a percentagem da pobreza em Cabo Verde continua elevada, situando-se em 37 por cento.
Mas os dados existentes indicam que a situação do indivíduo considerado pobre em Cabo Verde evoluiu significativamente.
"Hoje, um pobre vive com cerca de 43 contos/ano (cerca de 364 euros), quando em 1990 vivia apenas com 26 contos/ano (cerca de 237 euros), indicou.
O PLNP foi lançado nos anos 90 no arquipélago e tem sido financiado pelo Banco Mundial (BM) e por outros parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde.
A sua componente destinada à luta contra a pobreza no meio rural (PLPR) durante nove anos está avaliada em 18 milhões de dólares americanos dos quais 50 por cento co-financiados pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), 36 por cento pelo governo e 14 por cento pelos beneficiários.
O PLPR destaca-se por uma gestão assumida pelas comissões regionais de  parceiros, integradas por associações comunitárias de desenvolvimento, câmaras municipais e serviços desconcentrados do Estado nos concelhos.

14 Julho 2005 18:18:00


xhtml CSS