Casa africana da fotografia em Bamako

Bamako- Mali (PANA) -- O governo maliano decidiu criar uma Casa africana da fotografia, soube esta sexta-feira a PANA de fonte oficial.
A criação da Casa da fotografia africana em Bamako visa, segundo as autoridades, instituir um quadro que vai servir para a organização de encontros e de trocas e trabalhar para a conservação, promoção e a difusão do património fotográfico africano.
Nesse caso, vai nomeadamente prestar apoio aos profissionais nos domínios da formação e da prática profissional, organizar exposições fotográficas e Encontros da fotografia africana de Bamako.
Mali, com a organização dos Encontros da fotografia africana cuja quinta edição ocorreu de 21 de Outubro a 20 de Novembro de 2003 em Bamako, desempenha um papel de primeiro plano na promoção da fotografia em África.
O renome internacional de alguns fotógrafos malianos, nomeadamente o defunto Seydo Keïta e Malick Sidibé (laureado do Prémio Internacional da fotografia 2003), e a importância do fundo de imagens fotográficas de que dispõe o país testemunham o lugar eminente deste meio de expressão artística que constitui a fotografia.

28 Novembro 2003 19:42:00


xhtml CSS