Capital togolesa e seus arredores dotados de mapa topográfico de gestão de inundações

Lomé, Togo (PANA) – A cidade de Lomé e os seus arredores dispõem dum mapa topográfico de gestão de inundações no quadro do Projeto de Gestão Integrada das Catástrofes e Terras (PGICT), soube a PANA terça-feira de fontes oficiais.

Esta cartografia topográfica recebida na semana passada vai tornar mais dinâmica a operacionalização da plataforma nacional de redução dos riscos de catástrofes, segundo o PGICT.

Realizado por consultores internacionais, sob a supervisão da Direção-Geral da Cartografia Nacional do Togo, este mapa topográfico pretende ser um instrumento de planeamento e de ajuda na gestão e resposta às inundações.

O estabelecimento desta cartografia visa, indica-se, prevenir os riscos ligados às enxurradas e definir prioridades nacionais em matéria de redução dos riscos das catástrofes naturais.

Esta cartografia compreende três subdivisões, designadamente a cartografia de casualidades, que permite identificar as zonas suscetíveis de inundação,  a cartografia de vulnerabilidade, para medir a vulnerabilidade das zonas povoadas e agrícolas, das infraestruturas expostas e a catografia de riscos, que exprime o nível de risco capaz de ocasionar uma calamidade.

Desde 2008, o Togo, particularmente a sua cidade capital, Lomé, regista uma série de inundações causando danos consideráveis, nomeadamente o desabamento de pontes e dos bueiros, a degradação e o bloqueio da rede rodoviária, bem com a inundação de residências fazendo vários sem-abrigos.

-0- PANA FAA/JSG /FK/DD 11nov2014

11 Novembro 2014 07:42:50


xhtml CSS