Camarões adoptam carta contra turismo sexual

Yaoundé- Camarões (PANA) -- Uma carta contra o turismo sexual foi assinada sábado em Yaoundé pelos diferentes actores deste sector, marcando a primeira edição do Dia Mundial do "Turismo Responsável e Respeituoso", constatou a PANA.
De acordo com o presidente da Coligação Internacional para um Turismo Responsável, Guillaume Cromer, o turismo sexual afecta três milhões de adolescentes no mundo, ocupando África o primeiro lugar dos continentes mais afectados por este flagelo.
Sublinhou a preocupação da Organização Mundial do Turismo (OMT) de sensibilizar as diferentes camadas da população aos desastres deste flagelo.
Para os actores do sector do turismo, é preciso mais responsabilidade para atrair os turistas na preservação nos costumes, valores culturais e biodiversidade.
A representante do Governo camaronês, Angéline Mindja, apelou, a esse respeito, para sanções contra o turismo sexual, com base em leis votadas em conformidade com o código mundial sobre o turismo.

03 Junho 2007 11:16:00


xhtml CSS