Cabo-verdianos e americanos vão rodar filme na ilha Brava

Praia- Cabo Verde (PANA) -- Um filme de longa-metragem, intitulado "Maior Pecadu di Mundo" (Maior Pecado do Mundo) começará a ser rodada no próximo mês de Junho, na ilha cabo-verdiana da Brava e nos Estados Unidos da América, noticia, o "VisãoNews", jornal electrónico cabo-verdiano editado a partir dos EUA.
A produção e o guião do filme, cujo enredo baseia-se numa história real vivida em 1928 na ilha da Brava, são do cabo- verdiano Mário Vaz, enquanto a realização estará a cargo do norte-americano Dan Kammer.
Trata-se da história de um emigrante cabo-verdiano nos Estados Unidos que regressa de férias à sua ilha natal, onde, 25 anos antes tinha vivido uma relação amorosa de que resultou no nascimento de uma menina.
A personagem principal que, aos 45 anos, conhece e se envolve com uma jovem de 20 anos, passa depois por momentos atormentados, na dúvida se terá ou não tido relações sexuais com a própria filha.
Os autores desta iniciativa acreditam que o tema do filme pode conquistar os cinéfilos de qualquer origem.
Há ainda a destacar que tanto a música como a língua a utilizar assim como os actores serão cabo-verdianas.
O realizador Dan Kammer viajará dos EUA com uma equipa de 15 pessoas, entre operadores de câmara e luzes, director de fotografia e outros.

09 Janeiro 2003 15:12:00


xhtml CSS