Cabo Verde sobe duas posições no Índice de Desenvolvimento das TIC

Praia, Cabo Verde (PANA) – Cabo Verde subiu duas posições no Índice de Desenvolvimento das Tecnologias de Informação e Comunicação (IDI), passando do 99º lugar, em 2015, para 97º em 2016, num rol de mais de 150 países avaliados, apurou a PANA, terça-eira, de fonte segura.

O último IDI, produzido pela União Internacional das Telecomunicações (UIT), coloca o arquipélago cabo-verdiano no quarto lugar a nível do continente africano, atrás das Ilhas Maurícias, Seicheles e da África do Sul, bem com em primeiro lugar a nível da sub-região oeste- africano.

O IDI é um índice composto que combina 11 indicadores numa medida de referência que pode ser utilizada para monitorizar e comparar a evolução das Tecnologias de Informação e de Comunicação (TIC) entre os países e ao longo do tempo.

Entre esses indicadores estão assinaturas de telefonia fixa, subscrições telefónicas móveis, ligação à Internet, assinaturas de banda larga fixa e de banda larga móvel ativas.

Segundo o Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação (NOSI), instituição pública cabo-verdiana ligada às TIC, a subida de Cabo Verde no IDI é o resultado da média de três sub-índices, designadamente infra-estruturas e acesso (com o peso de 40 porcento), em que o país obteve o índice de 5.02.

Ao leque juntam-se igualmente a intensidade do uso das TIC (peso de 40 porcento), com 4.03 (uma evolução positiva de 11 posições em relação a 2015 que ocupava 88ª e índice de 3.24, e o sub-índice da capacitação dos utilizadores (peso de 20 porcento), em que o índice obtido foi de 4.89.

O ranking é liderado pela Coreia do Sul com o índice de 8.84 e, na cauda da tabela, está o Níger com 1.07.

-0- PANA CS/DD 19abril2017


19 april 2017 09:59:02


xhtml CSS