Cabo Verde recebe $ 393 mil para desenvolvimento agrário

Praia- Cabo Verde (PANA) -- Cabo Verde e o Brasil assinaram, quinta feira na Praia, três protocolos no domínio da promoção da capacitação institucional e desenvolvimento agro-pecuário, no valor de 393 mil dólares americanos, soube a PANA na capital cabo-verdiana de fonte oficial.
Resultante de uma parceria entre a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agro-pecuária (EMBRAPA) e o Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento Agrário (INIDA) de Cabo Verde, os três protocolos visam a fortalecimento desta instituição cabo-verdiana, o apoio ao desenvolvimento da horticultura e da caprino-ovinocultura.
O protocolo sobre o fortalecimento do INIDA, estimado em 65 mil e 320 dólares americanos, tem como objectivo o desenvolvimento de acções de capacitação técnica dos quadros do Ministério do Ambiente e Agricultura (MAA) do arquipélago em planeamento estratégico para investigação agrícola e elaboração do Plano Director daquele departamento.
Com esta acção, pretende-se ainda capacitar técnicos da investigação agrícola com ferramentas de gestão e fortalecimento da imagem das instituições de investigação perante a sociedade e preparar os quadros do INIDA para consolidar o seu papel no âmbito do Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) em Cabo Verde.
O projecto de apoio ao desenvolvimento da horticultura, no valor de 167 mil e 180 dólares americanos, visa capacitar especialistas do MAA em sistemas de produção de hortaliças e frutas tropicais e na transferência de germoplasma de plantas olerícolas e frutícolas de domínio público para Cabo Verde.
Relativamente ao desenvolvimento da caprino-ovinocultura, o protocolo, com um financiamento de 160 mil e 120 dólares americanos, prevê a capacitação de especialistas do MAA em sistema de produção animal, com ênfase na transferência de material genético de origem animal de domínio público.

14 Setembro 2007 14:06:00


xhtml CSS