Cabo Verde quer seu primeiro hospital privado como referência na CEDEAO

Praia, Cabo Verde (PANA) – O Governo cabo-verdiano quer que o primeiro hospital privado a ser edificado no país pela Unidade Hospital de Coimbra Idealmed (Portugal) seja uma referência no espaço lusófono e na Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO),
afirmou o primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva.

O chefe do Governo cabo-verdiano falava no fim de semana, em Portugal, onde se encontrava desde quinta-feira, 16, para uma visita de quatro dias, a convite do seu homólogo português, António Costa.

No mesmo fim de semana, ele visitou, na cidade de Coimbra, as instalações da Idealmed, com o intuito de conhecer um pouco mais sobre as capacidades da instituição e manter encontros com a comunidade cabo-verdiana que reside nesta região.

Para Ulisses Correia e Silva, a Idealmed de Coimbra é o modelo de referência ideal para o hospital privado de que a capital cabo verdiana, Praia, precisa.

Segundo ele, o Governo tem todo o interesse em trazer para o país “essa experiência de funcionamento com instalações adequadas e elevadas competências no setor da saúde, associada a tecnologia”.

A ideia é que o centro de medicina que irá nascer na capital cabo-verdiana e que será implementado pela Idealmed possa prestar serviços internacionais a nível dos países lusófonos e da região da CEDEAO, disse.

Por sua vez, o administrador da Unidade Hospitalar de Coimbra, Paulo Cunha, salientou o facto de Cabo Verde ser o local ideal para implementar a primeira unidade da Idealmed fora de Portugal, sublinhando que este projeto irá fazer toda a diferença no que diz respeito aos cuidados de saúde no arquipélago.

A construção do primeiro hospital privado em Cabo Verde, cujas obras deverão arrancar brevemente no bairro do Palmarejo Grande, irá coincidir com o início do primeiro curso de Medicina na Universidade de Cabo Verde, a ser ministrado com o apoio da Universidade de Coimbra.

“A vinda do primeiro-ministro a Coimbra e à Idealmed para nós é um reforço muito forte de confiança e o porto seguro para continuarmos a fazer o que temos feito em Cabo Verde que para nós é um processo de continuidade de desenvolvimento da comunidade de medicina local”, anotou o administrador da Unidade Hospitalar de Coimbra.

-0- PANA CS/IZ 20junho2016  



20 Junho 2016 18:45:25


xhtml CSS