Cabo Verde quer melhorar condições de vida dos deficientes

Praia- Cabo Verde (PANA) -- O governo cabo-verdiano anunciou sexta-feira que está a elaborar um plano de acção para melhorar as condições de vida dos portadores de deficiência, soube a PANA de fonte oficial.
O plano, integrado na Década Africana das Pessoas com Deficiência, vai permitir a definição de estratégias e medidas de intervenção específicas, assim como o angariamento de recursos para a sua implementação.
Numa mensagem proferida por ocasião do Dia Mundial do Portador de Deficiência (3 de Dezembro), o ministro cabo-verdiano do Trabalho e da Solidariedade, Sidónio Monteiro, disse que o governo está a fazer diligências para a aderência do país ao Instituto Africano de Reabilitação e à Organização Africana para os Cuidados e Reabilitação dos Deficientes.
Sidónio Monteiro adiantou que o governo tem implementado programas de protecção social, tais como a atribuição de pensões e subsídios atribuídos às ONGs e associações comunitárias que actuam directamente com os deficientes na realização de actividades que contribuem para a melhoria da sua condição de vida e o seu bem-estar.
Segundo dados oficiais, em Cabo Verde os portadores de deficiência equivalem à 3,2 por cento dos cerca de 500 mil habitantes.

04 Dezembro 2004 14:26:00


xhtml CSS