Cabo Verde expulsa 14 prostitutas oeste-africanas

Praia- Cabo Verde (PANA) – As autoridades cabo--verdianas vão repatriar 14 raparigas oriundas de países da África Ocidental detidas na semana passada pela Polícia Judiciária (PJ) na ilha do Sal por prática de prostituição e estada ilegal, soube a PANA terça-feira na Praia de fonte policial.
As jovens, com idades entre os 19 e os 22 anos, chegaram à ilha do Sal, principal centro turístico de Cabo Verde, em iates de recreio e barcos de mercadorias provenientes, na sua maioria, de Dakar (Senegal).
Do grupo de jovens que se dedicavam à prática de prostituição na vila de Santa Maria cinco são cidadãs da Gâmbia, cinco do Gana, três da Nigéria e uma da Libéria.
As raparigas detidas serão repatriadas após as tramitações legais relativas à expulsão administrativa de estrangeiros em situação irregular em Cabo Verde.

29 Agosto 2006 13:13:00


xhtml CSS