Cabo Verde beneficia de apoio da UE para luta contra lavagem de dinheiro

Praia, Cabo Verde (PANA) – Cabo Verde é um dos quatro países oeste-africanos beneficiários da ajuda da União Europeia (UE) para melhorar o combate à lavagem de dinheiro, nomeadamente resultante do tráfico de cocaína, no quadro dum projeto anunciado esta segunda-feira em Bruxelas pela Comissão Europeia envolvendo uma verba de 1,8 milhão de dólares americanos.

Para além de Cabo Verde, o programa contra a lavagem de dinheiro destina-se a ajudar as autoridades judiciais do Gana, da Nigéria e do Senegal a melhorar os processos de investigação.

Ele visa ainda  aumentar a cooperação regional entre os países em causa, que integram a ‘Rota da Cocaína’, isto é o trajeto usado por traficantes de cartéis da América do Sul para introduzir droga na Europa.

A África Ocidental, região da qual faz parte Cabo Verde, é hoje apontada como o ponto mais crítico de tráfico ilegal de drogas no continente africano.

O recente relatório do Escritório das Nações Unidas contra a Droga e a Criminalidade
(UNODC), apresentado em Abidjan (Côte d’Ivoire) em fevereiro passado, diz ser “particularmente preocupante” a possibilidade de o tráfico na região poder proporcionar receitas a grupos armados não estatais, em particular a várias forças rebeldes no Sahel e ao grupo terrorista Al Qaeda no Magreb Islâmico (AQMI).

Os dirigentes da África Ocidental não têm duvida de que o tráfico ilegal de drogas tem consequências devastadoras em vários domínios, como económico, social e de segurança, pelo que os países da região devem adotar medidas comuns na luta contra este tipo de atividades.

-0- PANA CS/TON 18março2013

18 Março 2013 13:20:02


xhtml CSS