Cabo Verde augura "excelente" desempenho a seu comissário na CEDEAO

Praia, Cabo Verde (PANA) – O primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, disse que o Governo espera do comissário da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) para as Telecomunicações e Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), o Cabo-verdiano Isaías Barreto, um “excelente” desempenho que contribua para projetar a imagem do país e da organização sub-regional oeste-africana, soube a PANA de fonte oficial na cidade da Praia.

José Maria Neves, que falava à imprensa depois de receber em audiência o recém-nomeado comissário da CEDEAO, disse acreditar também que Isaías Barreto irá trabalhar para que a organização sub-regional possa ganhar, em termos de futuro, nos domínios sob a  sua responsabilidade e que, segundo ele, “são sensíveis e estratégicos para o desenvolvimento de África e da região”.

“Ele vai trabalhar para garantir uma melhor integração regional e para desenvolvermos a sociedade da informação na região, melhorarmos os seus níveis de competitividade da região”, afirmou, recordando que Isaías Barreto, “um quadro altamente qualificado e que tem um sentido estratégico muito forte”, foi escolhido, mediante concurso, para liderar uma área que considera estratégica para a região.

José Maria Neves disse ainda estar ciente de que, enquanto comissário executivo, o Cabo-verdiano vai cumprir o programa da CEDEAO, mas acredita também que, enquanto representante de Cabo Verde, ele vai estar sempre em estreita articulação com as autoridades nacionais.

Nas primeiras declarações após a sua escolha para ocupar o cargo, Isaías Barreto, que deverá partir para Accra (Ghana) nos próximos dias, disse que já tem em mente as medidas que devem ser tomadas no sentido de garantir uma melhor utilização das TIC e das telecomunicações como elemento fundamental para a promoção da integração económica na sub-região.

O novo comissário elege como prioridade um trabalho “bastante sério” a nível da uniformização da regulação na sub-região, o que ele considera um fator necessário para o desenvolvimento das infraestruturas das telecomunicações e consequente redução dos preços, tendo “em vista a democratização no acesso às TIC e aos recursos das telecomunicações”.

O professor universitário cabo-verdiano Isaías Barreto da Rosa foi nomeado na sessão extraordinária do Conselho de Ministros da CEDEAO, que teve lugar em Abidjan (Côte d’Ivoire), comissário para as Telecomunicações e TIC da CEDEAO, cargo que deverá assumir em meados de fevereiro próximo.

Ele foi um dos três nomes indicados por Cabo Verde para integrar a Comissão Executiva da organização sub-regional, alargada, por proposta do arquipélago, de 12 para 15 membros, numa cimeira realizada entre 27 e 28 de fevereiro do ano passado, em Yamoussoukru (Côte d’Ivoire).

O académico Isaías Barreto é pesquisador pós-doutorado, desde 2012, pela Universidade de Tallinn (Estónia), licenciado em Ciência da Computação pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (Portugal), mestre em Gestão em Desenvolvimento pela Escola de Gestão Euro-Árabe de Granada (Espanha) e possui um diploma de estudos avançados e um grau de doutor em Educação e Desenvolvimento Humano pela Universidade de Santiago de Compostela (Espanha).

-0- PANA CS/TON  31jan2014


31 Janeiro 2014 12:49:14




xhtml CSS