Cabo Verde assinala Semana da Francofonia com atividades culturais

Praia, Cabo Verde (PANA) – A Semana da Francofonia realiza-se na cidade da Praia de 13 a 20 de março corrente, com várias atividades de caráter cultural, apurou a PANA de fonte segura.

Trata-se de um evento, promovido pelo Instituto da Língua Francesa (ILF) na capital cabo-verdiana e pela Universidade de Cabo Verde, em parceria com a Embaixada da França no arquipélago, o Grão-Ducado do Luxemburgo e o Ministério cabo-verdiano das Relações Exteriores, para assinalar o Dia Mundial da Francofonia, previsto para 20 de março corrente.

“Durante uma semana, o público será presenteado com várias atividades culturais, como espectáculos de música e dança, peças de teatro, conferências, homenagens e desfile de moda”, revela uma fonte do ILF.

Essas atividades da semana tiveram início sexta-feira, 13, na Escola Grande, na cidade da Praia, com a atuação musical, recital de poesias e canções francófonas da França e do Brasil, e uma sessão de gastronomia.

Para o dia 18, está prevista a realização de uma conferência denominada “O tempo dos Humilhados - Patologia das relações internacionais”, a ser ministrada por um professor e especialista em relações internacionais, Bertrand BADIE, do Instituto dos Estudos Políticos de Paris (França).

O ponto mais alto desta ocorrências  acontecerá na sexta-feira, 20, “Dia Mundial da Francofonia, durante o qual haverá um encontro virtual de escritores francófonos, um desfile de moda, teatro, e um serão em homenagem, a título póstumo, aos professores António Afonseca Martins (Natal) e Youssouf Diagana, ambos já falecidos.

A Organização Internacional da Francofonia (OIF) foi criada em 1970, na França, com a missão de dar corpo a uma solidariedade ativa entre os 80 Estados e Governos, ou seja 57 membros e 23 observadores, mais de um terço dos Estados membros das Nações Unidas, totalizando uma população de mais de 890 milhões de pessoas, das quais 274 milhões são francófonas.

A OIF implementa ações políticas e de cooperação multilateral a favor de populações francófonas, e a sua atuação está submetida ao respeito pela diversidade cultural e linguística ao serviço da promoção da língua francesa, da paz e do desenvolvimento durável.

Cabo Verde, apesar de ser um país onde o português é a língua oficial, foi admitido na OIF em novembro de 1996.

-0- PANA CS/DD 14mar2015

14 Março 2015 11:22:28


xhtml CSS