Cabo Verde assinala Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

Praia, Cabo Verde (PANA) – O Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, 12 de junho, é assinalado esta segunda-feira, em Cabo Verde, com a apresentação pública da lista dos trabalhos perigosos e interditos às crianças aprovada este ano.

De acordo com os dados disponíveis do último estudo produzido pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE) e pelo Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente (ICCA), o trabalho infantil em Cabo Verde abrange vários setores, destacando-se o seio familiar e o meio rural, onde a taxa de incidência é de 91,3 porcento, muito superior à nacional que é de 7,1 porcento.

A presidente do ICCA, Marelien Baessa, disse que a instituição pública que zela pelo bem-estar e segurança da camada infantil está apostada num combate a esse flagelo que em Cabo Verde afeta mais de 10 mil crianças.

Marelien Baessa disse que, para o efeito, o pais terá de ser capaz de resolver esses problemas, nomeadamente a exploração das crianças nos campos agrícolas.

De acordo com o relatório do Bureau Internacional do Trabalho (BIT), existem 168 milhões de crianças vítimas de trabalho infantil a nível mundial, o que se traduz em 11 porcento da população infantil no seu todo.

Em termos geográficos, o relatório elaborado pelo BIT refere que a África subsariana é a zona do mundo com maior taxa do trabalho infantil onde uma em cada cinco crianças é obrigada a trabalhar em condições deploráveis.

Fala-se num total de 59 milhões de casos, sendo que quase metade dessas crianças desempenha tarefas perigosas diariamente.

-0- PANA CS/IZ 13junho2016

13 Junho 2016 15:10:21


xhtml CSS