Cabo Verde acolhe encontro sobre VIH/SIDA na África Ocidental

Praia, Cabo Verde (PANA) – A capital cabo-verdiana acolhe desde quinta-feira uma reunião de representantes das organizações da sociedade civil de oito países oeste-africanos para partilha de experiências e delinear a terceira fase do Projeto Regional de Fronteiras e Vulnerabilidades face ao VIH/SIDA na África Ocidental (FEVE), apurou a PANA de fonte segura.

Trata-se de um projeto financiado pelo Ministério dos Assuntos Estrangeiros e Europeus de Luxemburgo e que está a ser implementado na Guiné-Bissau, Guiné Conakry, Senegal, Cabo Verde, Mali, Gambia, Níger e Burkina Faso .

Coordenado pela ONG Enda Santé, a partir de Dakar (Senegal), o projeto tem como objetivos garantir o acesso aos cuidados de saúde da camada da população com maior risco, designadamente os trabalhadores de sexo, usuários de droga, grupos vulneráveis de difícil acesso e tem merecido uma atenção específica no que diz respeito à intervenção para a prevenção e o controlo e das Infeções Sexualmente Transmissíveis (IST) como o VIH/SIDA.

De acordo com fonte do projeto, o FEVE concluiu a sua segunda fase no passado mês de dezembro com uma avaliação positiva na prevenção de novas contaminações por VIH nos oitos países.

Ela adiantou que através do FEVE foi possível o acesso de 15 mil pessoas à despistagem do VIH, o que na sua perspetiva representa um primeiro passo para conhecer o estado serológico e ter acesso a tratamento.

Nos últimos cinco anos, o projeto FEVE contou com financiamento na ordem de quatro milhões de euros da cooperação luxemburguesa e o encontro da Praia servirá, igualmente, para perspetivar o financiamento necessário para a terceira fase de execução.

-0- PANA CS/TON 22janeiro2016



22 Janeiro 2016 10:58:58


xhtml CSS