Cabo Verde acolhe conferência de cidades Património Mundial

Praia, Cabo Verde (PANA) – A sede do município cabo-verdiano da Ribeira Grande de Santiago (Cidade Velha) vai acolher nos dias 06 e 07 deste mês a 16ª conferência Regional da Europa do Sul e Mediterrâneo da Organização das Cidades do Património Mundial, um evento que reúne mais de 12 cidades da Áustria, de França, de Espanha, de Portugal e do Senegal.

A PANA apurou esta terça-feira que nesta conferência a ser aberta pelo Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca estarão presentes o secretário-geral da Organização das Cidades do Património Mundial (OCPM), Denis Ricard, e representantes das cidades do Québec (Canadá) e da Rússia.

No encontro, será feita a apresentação do relatório dos diferentes aspetos do funcionamento da OCPM, da sua gestão regional, do plano de ação, do Projeto Artisan e Poluição visual e da 2ª Feira Internacional do Património Córdoba, que irá acontecer em dezembro próximo.

Durante dois dias os representantes terão a oportunidade de visitar os monumentos históricos da Cidade Velha, nomeadamente a Igreja Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora da Conceição, Convento São Francisco, Fortaleza, Sé Catedral e Pelourinho.

Os partcipantes neste evento irão visitar também as instalações do Campo de Concentração do Tarrafal que o Governo de Cabo Verde quer elevar a Património da Humanidade para preservar a memória de todos os que lutaram pela liberdade em Portugal e na África lusófona.

Inaugurado em outubro de 1936, esse antigo estabelecimento prisional, inspirado nos campos de concentração nazis, acolheu, durante a ditadura personalizada em Portugal por António de Oliveira Salazar, presos políticos portugueses, 32 dos quais ali morreram, e, nos últimos tempos do seu encerramento em 1974, dezenas de outros oriundos das então colónias portuguesas.

Fonte ligada à esta conferência da OCPM, salienta que a realização deste encontro no “berço da nação cabo-verdiana” demonstra que a Cidade Velha tem sido uma espécie de “sala de visitas de Cabo Verde”, já que possui as estruturas necessárias para receber convénios desta importância e dimensão, “graças ao esforço da iniciativa privada e da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago”.

A Cidade Velha, localizada a 15 quilômetros a oeste da cidade da Praia, foi a primeira cidade construída pelos Europeus nos trópicos e a primeira capital do arquipélago de Cabo Verde.

Devido à sua história, manifestada por um valioso património arquitetónico, foi classificada pela UNESCO, a 26 de junho de 2009, como Património Mundial da Humanidade.

-0- PANA CS/IZ 05ulho2016

05 Julho 2016 10:47:53


xhtml CSS