Cabo Verde abre Casa da Imprensa

Praia- Cabo Verde (PANA) -- O primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, vai inaugurar sexta-feira à tarde o edifício onde funcionará a Casa da Imprensa e a sede da Associação dos Jornalistas de Cabo Verde (AJOC), soube-se na Praia de fonte oficial.
A Casa da Imprensa vai ocupar as instalações do antigo jornal estatal “Voz di Povo”, primeiro órgão de imprensa escrita fundado em Cabo Verde após a independência do arquipélago, em 1975, mas que foi extinto nos anos 90 depois da implantação do multipartidarismo no país.
Além da sede social da AJOC, o edifício da Casa da Imprensa albergará também o Secretariado da Comissão da Carteira Profissional dos Jornalistas.
A Casa da Imprensa dispõe dum amplo salão para conferências, com capacidade para 100 lugares, duma secretaria e dum espaço para cibercafé, uma sala de exposição/museu sobre a imprensa cabo-verdiana e documentação fornecida pela UNESCO.
O prédio da Casa da Imprensa, cedido aos jornalistas pelo Governo por iniciativa do primeiro-ministro em 2005, sofreu uma profunda remodelação sem perder a sua caracterização exterior, uma vez que é considerado património da zona histórica da capital cabo-verdiana, conhecida por Plateau.
A sua remodelação foi feita com base num projecto que custou cerca de nove milhões de escudos cabo-verdianos (cerca de 82 mil dólares amerricanos), mobilizados pela AJOC, que contou com as parcerias do Governo, de Organizações não Governamentais como a Associação Marquês Vale da Flor (Portugal), através da União Europeia, da Cooperação Portuguesa e da UNESCO.

11 Setembro 2008 13:44:00




xhtml CSS