Cabo Oriental confrontado com grave seca na África do Sul

Cidade do Cabo- África do Sul (PANA) -- Os agricultores sul- africanos do Cabo Oriental estão confrontados com uma situação de urgência provocada por uma seca que enxugou as perfurações e ameaça o seu gado.
O governo desembolsou cerca de 16,3 milhões de dólares americanos para um abastecimento de urgência em água nesta região a fim de repelir o que representa uma ameaça certa.
A Comissão de gestão das catástofes do Ministério da Agricultura anunciou segunda-feira que iria estudar um relatório da Associação agrícola do Cabo Oriental sobre a situação.
A baixa prevista de 50 por cento da pluviometria este ano causou uma baixa da produção do gado.
As perfurações da província tornaram-se secas dando lugar a restrições rigorosas da água.
Por seu turno, as barragens da região só funcionam entre quatro a 70 por cento das suas capacidades e os agricultores utilizam métodos alternativos de transporte de água para alimentar os seus animais a custos muito elevados.
As autotidades sugerem a eliminação dos animais excedentários para manter os melhores.
Ainda não se fala em perdas de empregos entre os milhares de trabalhadores agrícolas, mas o governo já começou a distribuir rações de víveres aos pobres das zonas rurais.

06 Janeiro 2004 19:51:00


xhtml CSS