CS da ONU condena ataque contra educadores na República Centroafricana

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) - O Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) denunciou, terça-feira, um ataque contra trabalhadores da Educação que fez seis mortos na prefeitura do noroeste da República Centroafricana (RCA).

Num comunicado de imprensa publicado em Nova Iorque, o CS "condena, nos termos mais firmes, este ataque odioso e cobarde", ocorrido a 25 de fevereiro último e cometido por assaltantes desconhecidos.

Das seis vítimas, um consultor do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), dois funcionários do Ministério da Educação da RCA e três membros de Bangui Sem Fronteiras, uma organização parceira do UNICEF.

Segundo o comunicado, o CS declarou-se "horrorizado" que as vítimas tivessem sido visadas durante uma viagem para formar docentes comunitários aos quais incumbia a missão de ensinar em espaços de aprendizagem temporária criados pelo UNICEF e por seus parceiros para duas mil crianças afetadas pela crise em Markounda, no noroeste do país.

O Conselho insistiu na "necessidade urgente e imperativo" de pedir contas a todos os autores de violações dos direitos humanos e do direito internacional humanitário, seja qual for o seu estatuto ou a sua pertença política.

Exige de todos os grupos armados que deponham as armas e adiram de "maneira construtiva" ao processo de paz, imediata e incondicionalmente.

-0- PANA MA/FJG/IS/IBA/MAR/DD 08março2018

08 مارس 2018 09:02:11




xhtml CSS