CPS pede à UA para evitar vazio de segurança na RCA

Addis Abeba, Etiópia (PANA) – O Conselho de Paz e Segurança (CPS) da União Africana (UA) pediu à presidente da Comissão, Nkosazana Dlamini-Zuma, para preencher com urgência o vazio deixado pela retirada das tropas tchadianas da República Centro Africana (RCA).

O CSP pediu igualmente à Comissão para incitar com urgência o Governo da RCA a comprometer-se no processo de reconciliação nacional.

O presidente do CPS para o mês de abril, Paul Lolo Bolus, disse que a substituição das tropas tchadianas e o reforço dos esforços de reconciliação nacional foram as prioridades durante a sessão de quarta-feira.

"Apelamos à CUA para reforçar os esforços para substituir as tropas tchadianas", disse à PANA Bolus, que presidiu à reunião do CPS.

"Felicitamos igualmente o Governo tchadiano bem como os países que contribuíram com tropas pelos seus esforços para a estabilização da RCA", acrescentou Bolus, representante da Nigéria na UA.

A Mauritânia, que assegura atualmente a presidência em exercício da UA, exprimiu a sua vontade de contribuir com tropas.

Do mesmo modo, a UA está otimista quanto à aprovação da Resolução do Conselho de Segurança da ONU que autoriza uma operação de manutenção da paz da organização no país.

-0- PANA AO/SEG/MTA/AAS/IBA/CJB/TON    10abril2014

10 Abril 2014 19:33:40




xhtml CSS