CPJ condena expulsão de jornalistas de BBC do Djibuti

Abidjan, Côte d’Ivoire (PANA) - O Comité para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) condenou quarta-feira a expulsão recente por autoridades djibutianas duma equipa de reportagem da cadeia britânica BBC presente no Djibuti para a cobertura das eleições presidenciais.

A equipa de reportagem da BBC, composta por jornalistas, produtores, um correspondente e um encarregado de segurança, acreditada para a cobertura das eleições presidenciais previstas para 8 de abril corrente no Djibuti, foi expulsa a 2 do mesmo mês depois de detida preventivamente pela Polícia.

Esta equipa tinha entrevistado, a 1 de abril, o ministro djibutiano dos Negócios Estrangeiro, Mahamoud Ali Youssuf, e um candidato da oposição.

O CPJ revela que as autoridades djibutianas devem fazer com que os jornalistas possam garantir a cobertura do escrutínio, sem perseguição nem receio.

Para o diretor executivo adjunto do CPJ, Robert Mahoney, a expulsão da equipa de reportagem da BBC, depois desta entrevista, constitui um ato de censura que deixa pairar uma dúvida sobre a equidade e a transparência deste escrutínio.

Também mencionou uma correspondência da BBC na qual esta última indicou ter enviado uma correspondência ao Governo djibutiano para conhecer as razões da detenção e da expulsão da sua equipa de reportagem, mas sem resposta.

O CPJ acrescenta que nem os serviços da Primatura muito menos os do Ministério dos Negócios Estrangeiros não responderam de maneira satisfatória aos seus telefonemas sobre esta questão.

-0- PANA BAL/BEH/ SOC/FK/DD 7abril2016

07 april 2016 11:35:14




xhtml CSS