CEDEAO responsabiliza Gbagbo pela violência na Côte d'Ivoire

Lagos, Nigéria (PANA) – A Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) acusou, sexta-feira, o Presidente cessante da Côte d'Ivoire, Laurent Gbagbo, de ser responsável pelos violentos confrontos em curso no país, de acordo com um comunicado oficial,

, depois de as forças leais ao Presidente eleito, Alassane Ouattara entrarem na capital Abidjan, com vista a desalojá-lo.

Ao exprimir a sua profunda preocupação relativa « à proporção violenta e rápida tomada pela crise ivoiriense nestas últimas 36 horas », a Comissão indicou que os confrontos « são a consequência direta da intransigência do Presidente cessante Laurent Gbagbo que se recusou várias vezes a ouvir os apelos da comunidade internacional para entregar o poder ao Presidente eleito Alassane Ouattara ».

« A Comissão da CEDEAO está particularmente preocupada com o número elevado de mortos e a amplitude da destruição física devido ao conflito, bem como a crise de refugiados que continua a agravar-se nos países vizinhos », lê-se no texto.

A Comissão apelou a Laurent Gbagbo para « pôr termo ao sofrimento do seu povo e do seu país ao entregar imediatamente o poder a Alassane Ouattara, vencedor legítimo da segunda volta das eleições presidenciais de 28 de novembro de 2010.

Ela apelou igualmente para uma cessação imediata das hostilidades e exigiu dos líderes ivoirienses que garantam uma proteção máxima da população civil, incluindo a dos cidadãos da CEDEAO e de outros países nos territórios que controlam.

-0- PANA SEG /LSA/TBM/SOC/FK/DD 2abril2011



02 Abril 2011 12:39:20




xhtml CSS