CEDEAO reitera apoio à transição na Guiné-Bissau

Yamoussoukro, Côte d’Ivoire (PANA) – Os chefes de Estado e Governo da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) reiteram o seu apoio à transição em curso na Guiné-Bissau .

Eles reiteraram este apoio no termo da 42ª sessão ordinária da organização sub-regional, encerrada quinta-feira em Yamoussoukro, a capital política da Côte d'Ivoire, indica um comunicado transmitido à PANA.

A cimeira congratulou-se igualmente com a assinatura do pacto de transição pelos principais partidos políticos bissau-guineenses e com o espírito consensual e inclusivo que está a construir-se em torno do processo de transição.

O Presidente interino da Guiné-Bissau,  Manuel Serifo Nhamajo, foi encorajado a submeter um projeto de roteiro emendado e realista à Assembleia Nacional Popular (ANP) para a preparação e organização de eleições gerais livres, equitativas e transparentes antes do fim do ano 2013.

A Assembleia Nacional foi exortada a adotar, o mais cedo possível, o projeto de roteiro, enquanto o Grupo de Contacto Regional sobre a Guiné-Bissau foi chamado a garantir o seu acompanhamento.

Para o efeito, a cimeira decidiu prorrogar o período de transição na Guiné-Bissau até 31 de dezembro de 2013 tendo em conta o processo em curso no seio da ANP.

Por outro lado, a CEDEAO reiterou os seus numerosos apelos à UA para o reconhecimento da transição em curso e o levantamento das sanções contra a Guiné-Bissau.

Ela lançou igualmente um apelo aos parceiros internacionais a fim de projetar com urgência a retomada da cooperação bilateral e multilateral com vista a encorajar as reformas neste país.

-0- PANA CP/JSG/FK/DD 1março2013

01 Março 2013 18:32:14




xhtml CSS