CEDEAO pronta para mobilizar $ 50 milhões para projeto de autoestrada Abidjan-Lagos

Yamoussoukro, Côte d’Ivoire (PANA) – Cinco Estados-membros da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) envolvidos no projeto rodoviário Abidjan-Lagos  decidiram mobilizar uma contribuição de 50 milhões de dólares americanos a título de “capital de partida” para garantir uma realização rápida deste corredor de mil 28 quilómetros.

O Comité de Pilotagem decidiu, no termo da terceira sessão ministerial encerrada em Yamoussoukro, que este  dinheiro financiará as atividades preparatórias e dará uma prova suplmentar do compromisso dos diferentes países com os operadores dos setores público e privado.

A investir neste projeto, uma autoestrada de seis vias  por onde deverão passar 75 porcento das mercadorias transportadas na sub-região, garantir a ligação à maior parte dos grandes portos da sub-região, explicou a Comissão da CEDEAO.

O Comité, integrado pelos ministros das Infraestruturas Rodoviárias e Obras do Benin, da Côte d’Ivoire, do Gana, da Nigéria e do Togo, encarregou a Comissão da CEDEAO  de dar a mão a parceiros para a mobilização de financiamentos externos e dos serviços do aconselhamento  em matéria de tansação.

Além disso, ele pediu à comissão para finalizar um pedido de financiamento conjunto aos  cinco países junto do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) que sera assinado pelos seus ministros das Finanças.

Esta reunião de 24  horas devia passar em revista as regras de procedimentos, que definem o quadro institucional do projeto, uma componente a parte inteira do seu Tratado, particularmente as opções de financiamento para a aceleração do projeto, mas também o pedido conjunto junto do BAD bem como o assinatura do Tratado.

As precedentes reuniões do Comité realizaram-se em Abuja, na Nigéria, e em Accra, no Gana.

Um minuto de silêncio foi observado durante a cerimónia de abertura em memória do primeiro Presidente negro da África do Sul, Nelson Mandela, falecido a 5 de dezembro aos 95 anos.

Une minute de silence a été observée lors de la cérémonie d'ouverture à la mémoire du premier président noir d'Afrique du Sud, Nelson Mandela, décédé le 5 décembre à l'âge de 95 ans.

-0- PANA SEG/NFB/JSG/FKIX 12dez2013

12 Dezembro 2013 19:55:17




xhtml CSS