CEDEAO promete melhorar abastecimento de eletricidade na região

Abidjan, Côte d’Ivoire (PANA) – Os cidadãos da África Ocidental que beneficiam dum programa sub-regional de emergência de abastecimento energético de 108 milhões de dólares americanos registarão, a partir de 2014, “melhoramentos significativos” na produção e distribuição da energia, garantiu o presidente da Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), Kadre Désiré Ouedraogo.

O Presidente Ouedraogo deu esta garantia segunda-feira em Abidjan, na Côte d’Ivoire, durante a cerimónia de assinatura de convenções de financiamento a favor de três países da CEDEAO, designadamente a Gâmbia, o Mali e a Serra Leoa.

O Mali receberá 54 milhões e 320 mil dólares americanos, a Gâmbia 31 milhões e 800 mil dólares americanos e a Serra Leoa 21 milhões e 800 mil dólares, de acordo com o responsável oeste-africano.

Estas subvenções serão concedidas em duas fases num período de 12 meses, disse

Segundo Ouedraogo, a África Ocidental regista um défice energético que perdura com um impacto negativo no crescimento económico, na produtividade e na competitividade da sub-região.

Estes três países são os últimos beneficiários dum programa sub-regional baseado no pedido dos Estados-membros e que visa permitir-lhes renovarem algumas das suas infraestruturas e redes, reforçarem as suas capacidades, instalarem um sistema de pré-pagamento e desenvolverem um mecanismo melhorado para a coordenação e o controlo dos seus serviços públicos de eletricidade.

A Guiné-Bissau e a Guiné Conakry são os primeiros beneficiários deste programa lançado em 2010, indica-se.

-0- PANA SEG/NFB/JSG/FK/DD 17dez2013

17 Dezembro 2013 16:04:23




xhtml CSS