CEDEAO projeta construir autoestrada Lagos-Abidjan

Yamoussoukoro, Côte d'Ivoire (PANA) – Uma autoestrada será construída proximamente entre a cidade nigeriana de Lagos e a ivoiriense de Abidjan, soube a PANA no fim de semana oassado em Abidjan.

O anúncio foi feito à margem da 44ª cimeira da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) que deu um passo importante no seu compromisso para um desenvolvimento das infraestruturas na sub-região.

O tratado foi assinado, sábado, pelos Presidentes ou representantes dos cinco países implicados no projeto, designadamente o Benin, a Côte d'Ivoire, o Gana, a Nigéria e o Togo, no termo deste encontro decorrido no Centro Félix Houphouët-Boigny de Yamoussoukro, capital política da Côte d'Ivoire.

Ao evocar a assinatura do tratado no seu comunicado, os dirigentes da CEDEAO acolheram o facto e o compromisso assumido pelos Estados membros envolvidos para "conferir um Estatuto internacional" ao projeto regional e acelerar a sua atualização.

Pediram aos parceiros de desenvolvimento e às instituições financeiras apoiar a concretização do projeto.

Os cinco países supracitados já se comprometeram a contribuir com 50 milhões de dólares americanos para os fundos iniciais para começar o trabalho preliminar no corredor de mil e 28 quilómetros de projeto de autoestrada.

Os fundos iniciais abrangem atividades preparatórias e igualmente encorajam a participação dos operadores dos setores públicos e privados a investirem no projeto de uma autoestrada de seis vias prevista para canalizar 75 porcento de mercadorias transportadas na região, ligando cada vez mais os seus portos.

A Fase 1 do projeto inscreve-se no Programa Regional de Desenvolvimento das infraestruturas Lagos-Dakar, que tem como objetivo melhorar o comércio e a livre circulação das pessoas, bens e serviços na região.

No início do ano de 2014, o Comissário da CEDEAO para as Infraestruturas, Ebrima Njie, disse que se iniciava o processo de concurso seletivo para designar os consultores que devem realizar os estudos de viabilidade e de conceção para o empreendimento, enquanto o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) foi solicitado para os financiar como parte integrante da mobilização inicial de fundos e de esforços de financiamento do projeto.


O novo Presidente em exercício da CEDEAO, o chefe do Estado do Gana, John Dramani Mahama, inscreveu o desenvolvimento das infraestruturas entre as três prioridades do seu mandato de um ano, que começou sábado último.

As outras prioridades são a paz e a segurança, a integração económica e o desenvolvimento da África Ocidental, soube a PANA no local.

-0- PANA SEG/MTA/IS/IBA/CJB/DD 1abril2014

01 Abril 2014 10:32:47




xhtml CSS