CEDEAO nomeia enviado especial no Burkina Faso

Dakar, Senegal (PANA) – O presidente da Comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), Kadré Désiré Ouédraogo, nomeou o Senegalês Ibrahima Fall como enviado especial no Burkina Faso com missão de “facilitar o diálogo entre as partes interessadas”, em conformidade com as recomendações da Cimeira Extraordinária dos Chefes de Estado e de Governo da organização regional realizada a 6 de novembro último em Accra, no Gana.

A Cimeira da CEDEAO decidiu igualmente criar um grupo de contacto presidido pelo chefe de Estado senegalês, Macky Sall, e apoiado pelo presidente em exercício da CEDEAO, o chefe de Estado ganense John Dramani Mahama, para “facilitar o processo de transição ».

Num comunicado publicado esta quarta-feira a Comissão da CEDEAO indica que Ibrahima Fall tem "uma larga experiência no domínio da mediação de conflitos políticos em África, nomeadamente na qualidade de representante especial do Secretário-Geral das Nações Unidas na Região dos Grandes Lados e enviado especial da presidente da Comissão da União Africana para a Guiné Conakry ».

No plano internacional, Ibrahima Fall ocupou as funções de Secretário-Geral adjunto da ONU encarregue dos Direitos Humanos e Secretário-Geral adjunto das Nações Unidas para os Assuntos Políticos, enquanto no plano nacional este professor agregado de Direito Público foi Decano da Faculdade de Ciências Jurídicas e Económicas da Universidade Cheikh Anta Diop de Dakar e ocupou a função de ministro dos Negócios Estrangeiros do Senegal.

No entanto, o sonho do professor Ibrahima Fall de ascender à Magistratura Suprema do seu país foi frustrado a 26 de fevereiro último no termo da primeira volta das eleições presidenciais, onde ele obteve 1,81 porcento dos dois milhões 735 mil e 136 votos, ganhas pelo candidato da oposição, Macky Sall, na segunda volta diante do Presidente cessante, Abdoulaye Wade.

-0- PANA SSB/IS/FK/TON 12nov2014

12 Novembro 2014 17:51:18




xhtml CSS