CEDEAO junta-se à Nigéria para combater malária na África Ocidental

Lagos, Nigéria (PANA)   - A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e o Governo do Estado de Rivers, no sul da Nigéria, juntaram recursos para apoiar a campanha do organismo regional para erradicar a malária na África Ocidental até 2015, através do reforço da luta antivetorial.

Um comunicado da Comissão da CEDEAO transmitido quarta-feira à PANA indica que a parceria implica a mobilização de fundos provenientes do Governo da Venezuela e do Banco de Investimento e Desenvolvimento da CEDEAO (BIDC) para construir uma fábrica de produção de biolarvicidas no Estado de Rivers, em virtude de um acordo tripartido entre a CEDEAO, Cuba e a Venezuela.

Para o efeito, o governador do Estado de Rivers, Chibuike Rotimi Ameachi, que é também embaixador da malária na Nigéria, manteve um encontro com o vice-presidente da Comissão da CEDEAO na sede da instituição em Abuja, a capital nigeriana, na semana passada.

As duas partes acordaram em mobilizar recursos financeiros do Governo venezuelano e do BIDC para criar a fábrica de biolarvicidas no Estado de Rivers em 2013 numa obra a cargo da firma cubana Labiofam para o fornecimento do produto na Nigéria e nos outros Estados-membros da CEDEAO.

-0- PANA SEG/AKA/TBM/IBA/CJB/IZ 25out2012

25 Outubro 2012 15:20:09




xhtml CSS