CEDEAO financia três Estados-membros para produção de eletricidade

Abuja, Nigéria (PANA) – A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) vai financiar três dos seus países-membros em cerca de 108 milhões de dólares americanos para reforçar as suas capacidades de produção de eletricidade no quadro do programa de emergência de produção em eletricidade da região concebido para resolver a crise energética nos países abrangidos.

O Mali vai receber 54 milhões e 340 mil, metade do financiamento total, seguido pela Gâmbia com 31 milhões e 900 mil  e pela Serra Leoa com 21 milhões e 800 mil dólares americanos.

Segundo a Comissão da CEDEAO, o acordo para o empréstimo é assinado esta segunda-feira em Abidjan, na Côte d'Ivoire, pelo presidente da Comissão, Kadre Desire Ouedraogo, e pelos representantes dos três países-membros e pelo Pool de Energia Oeste-Africano, à margem da 71.ª sessão do Conselho de Ministros da CEDEAO.

O programa será impelementado pelo WAPP, sediado em Cotonou (Benin) enquanto mecanismo para a aplicação comum dos recursos enérgicos da região e coordenação do comércio neste setor.

Empréstimo similares já foram concedidos à Guiné-Bissa e à Guiné.

Os últimos empréstimos que serão concedidos em duas fases num período de 12 meses vão permitir aos países beneficiários reabilitar e renovar os equipamentos identificados, reforçar as capacidades e desenvolver as plataformas para o controlo e a coordenação.

Ouédraogo declarou que os empréstimos vão não só melhorar o acesso à energia das populações, um dos programas essenciais da Comunidade, mas igualmente contribuir para reforçar o desenvolvimento económico dos países-membros beneficiários e na região.

-0- PANA SEG/ASA/TBM/MAR/IZ 16dez2013

16 Dezembro 2013 09:10:10




xhtml CSS