CEDEAO defende transformação da MISMA em operação de manutenção da paz da ONU

Yamoussoukro, Côte d’Ivoire (PANA) – O Presidente da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental  (CEDEAO), Alassane Dramane Ouattara, defendeu a transformação da Missão Internacional de Apoio ao Mali (MISMA) numa operação de manutenção da paz das Nações Unidas.

Ao intervir durante a cerimónia de abertura da 42ª sessão da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO em Yamoussoukro (capital política da Côte d'Ivoire),  Ouatarra, chefe do Estado ivoiriense, desejou que esta força fosse dotada dum mandato apropriado e de capacidades de apoio à altura do desafio terrorista.

Na mesma ocasião, ele prestou uma homenagem quarta-feira em Yamoussoukro aos soldados que morreram nos recentes confrontos no norte do Mali.

Trata-se, segundo o Presidente da Côte d’Ivoire, de 25 soldados tchadianos, dois togoleses, 10 malianos e dois franceses que morreram desde o lançamento da operação Serval em janeiro último e que permitiu reconquistar o norte do Mali que estava ocupado há cerca de 10 meses por "djihadistas" (islamitas) e por grupos armados.

Tendo em conta a importância desta reunião focalizada no dossiê do Mali e na situação política da Guiné-Bissau, o encontro agrupou 12 chefes de Estado, nomeadamente  o Presidente do Tchad, Idriss Deby Itno, o Presidente do Burundi, Pierre Nkurunziza, e o primeiro-ministro de Marrocos, além do próprio Alassane Dramane Ouatarra.

Para o Presidente Ouattara, só a paz e a estabilidade participam no desenvolvimento dos países e é por isso que a CEDEAO está mobilizada há 11 meses para restabelecer a paz e restaurar a ordem constitucional no Mali e na Guiné-Bissau.

Ao saudar a intervenção de França e o apoio da comunidade internacional, ele disse esperar que nos próximos meses sejam organizadas eleições livres, transparentes e credíveis no Mali e na Guiné-Bissau, países que já iniciaram transições políticas para o efeito.

Explicou que, no plano diplomático, o apoio dos parceiros permitiu obter um acréscimo dos efetivos da MISMA, oito mil homens, dos quais cerca de 73 porcento estão presentes no Mali.

Segundo ele, a mobilização das promessas de fundos constitui um passo importante do desdobramento completo da MISMA no Mali.

Nesta perspetiva, o Presidente ivoiriense lançou um apelo à União Africana (UA), às Nações Unidas, à União Europeia (UE) e aos parceiros no quadro da mobilização dos recursos adicionais indispensáveis ao desdobramento total dos oito mil homens da MISMA.

A conferência dos doadores realizada a 29 de janeiro de 2013 em Addis Abeba( Etiópia)  prometeu 219 biliões 700 milhões de francos CFA (mais de 438 milhões de dólares americanos).

No entanto, face à guerra imposta pelos grupos armados, a CEDEAO  busca no total 464 biliões 750 milhões de francos CFA, ou seja  mais do dobro dos fundos prometidos.

Além da questão dos direitos humanos e das exações nas cidades libertas, o Presidente Ouattara instou os atores malianos a ultrapassarem esta etapa, nomeadamente a busca da reconciliação nacional.

Saudando a evolução do processo político, o Presidente da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO disse que a adoção do plano e a promulgação do calendário eleitoral no Mali são elementos que permitirão projetar a normalização institucional do país.

Defendeu o levantamento das sanções contra a Guiné-Bissau que, segundo ele, realizou em alguns meses, graças às autoridades de transição, progressos políticos apreciáveis.

"O objetivo deve continuar a ser a organização das eleições gerais a fim de dotar o país de responsáveis legítimos, únicos capazes de iniciar as reformas pendentes há várias décadas, nomeadamente nos domínios da restruturação do Exército e da luta contra o tráfico de droga», disse.

Sobre a luta contra o terrorismo, O Presidente ivoiriense afirmou que foram submetidos à Conferência para adoção a estratégia anti-terrorista da CEDEAO e o seu plano de execução, bem como a declaração política e a posição comum contra o terrorismo.

-0- PANA IS/AAS/SOC/FK/TON 28fev2013

28 Fevereiro 2013 17:09:54




xhtml CSS