CEDEAO avalia situação no Mali após ataques rebeldes

Lagos, Nigéria (PANA) – Uma missão de inquérito da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) é esperada quinta-feira no Mali para avaliar durante três dias a situação no norte do país, onde uma rebelião berbere fez vários mortos e milhares de pessoas deslocadas, soube a PANA quarta-feira duma fonte próxima da organização regional.

A missão vai integrar representantes da Forças de Alerta da CEDEAO bem como dos Assuntos Políticos e Humanitários que vão avaliar a situação no terreno com vista a fazer uma proposta de como a organização regional poderá responder melhor à crise.

As recomendações da missão, que se reunirá com as diferentes partes no país durante a sua missão de 9 a 11 de fevereiro, serão analisadas pela comissão de mediação da CEDEAO e pelo Conselho de Segurança que devem reunir-se a 16 de fevereiro na sede da Comissão da CEDEAO em Abuja, a capital nigeriana.

Os ataques repetidos dos grupos armados berberes no norte do Mali começaram a 17 de janeiro último, desencadeando uma resposta firme do Exército maliano.

Os combates fizeram numerosos mortos de cada lado e enviaram mais de 20 mil refugiados para os países vizinhos.

O Movimento de Libertação Nacional Azawad (MNLA), que reclama uma região autónoma do norte do Mali, lançou ataques após o regresso de numerosos combatentes berberes da Líbia, onde combateram ao lado das forças de Muamar Kadafi durante a crise neste país da África do Norte.

-0- PANA SEG/ASA/TBM/SOC/CJB/TON   09fev2012

09 Fevereiro 2012 11:50:41


xhtml CSS