Bush saúda esforços de paz da UA para Darfur

Washington- EUA (PANA) -- O Presidente americano, Georges W.
Bush, saudou quinta-feira os esforços da União Africana (UA) para resolver o conflito em Darfur, região oeste do Sudão, com a organização das negociações de paz em Abuja (Nigéria), entre o governo de Cartum e os rebeldes sudaneses.
"As negociações de Abuja iniciaram-se a 23 de Agosto e as diferentes partes participam neste encontro sem condições exigidas", declarou a Casa Branca, num comunicado.
Os participantes são vivamente convidados a alcançarem um acordo de cessar-fogo que permita às populações deslocadas regressarem definitivamente às suas terras de origem e com dignidade, acrescentou.
O Presidente Bush saudou igualmente o desdobramento dos observadores do cessar-fogo e de uma força de protecção da UA em Darfur.
"Saudamos o desdobramento de 155 soldados ruandeses em El-Fasher, em Darfur, e o empenho da UA na mobilização de cerca de 150 soldados nigerinos até 30 de Agosto", sublinhou.
Disse esperar que essas iniciativas "vão reforçar a segurança e criar condições favoráveis para a canalização de ajudas humanitárias às populações sinistradas de Darfur".
Como já o declararam os Estados Unidos, referiu, o governo sudanês deve pôr fim aos abusos cometidos pelos Djandjawid (milícias árabes pro-governamentais) e processar os autores da violação de direitos humanos.
"Todas as partes, incluindo os rebeldes de Darfur, devem respeitar o cessar-fogo e permitir a livre circulação dos agentes humanitários", lê-se no comunicado da Casa Branca.

27 Agosto 2004 13:40:00




xhtml CSS