Busca de solução para crise política faz manchete na Mauritânia

Nouakchott- Mauritânia (PANA) -- A imprensa mauritana comentou largamente esta semana as diferentes iniciativas visando encontrar uma solução para a crise política nascida do Golpe de Estado de 6 de Agosto último que pôs termo ao poder do Presidente civil Sidi Mohamed Ould Cheikh Abdallahi.
Num editorial de quinta-feira, o diário "Biladi" sublinha uma certa preocupação relativa a esta floração de iniciativas.
"Nós corremos o risco de assistir a uma pletora de propostas de soluções de resolução da crise.
Uma inflação que poderá tornar-se perigosa e servir para esconder os verdadeiros problemas e impedir- nos de reflectir seriamente sobre uma proposta determinada", escreve o jornal.
O semanário "Calame" de terça-feira interessou-se pela iniciativa do presidente da Assembleia Nacional, Messaoud Ould Belkheir, para o regresso ao poder do Presidente Abdallahi e a organização de eleições antecipadas.
O jornal estima que se trata dum "esclarecimento, duma nota de esperança num céu assombrado por uma acumulação perigosa de nuvens".
Na sua edição de quarta-feira, o diário "Authentique" relata actividades do líder da oposição, Ahmed Ould Daddah, igualmente presidente da Coligação das Forças Democráticas (RFD).
Segundo o jornal, o adversário do Presidente Abdallahi durante a segunda volta das eleições presidenciais de 25 de Março de 2007 "está a percorrer as principais capitais do mundo a pregar a boa nova" a favor da Junta Militar.

17 Outubro 2008 18:26:00


xhtml CSS