Burkinabe candidato de África a vice-secretário-geral da UIT

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) - Um Burkinabe candidata-se, para a União Africana, ao cargo de Vice-Secretário-Geral da União Internacional das Telecomunicações (UIT), soube quarta-feira a PANA de fonte oficial em Ouagadougou.

Segundo um comunicado divulgado pela Embaixada do Burkina Faso em Genebra, Brahima Sanou, cuja candidatura foi aprovada em julho último pela UA, conta igualmente com o apoio da Organização Internacional da Francofonia (OIF).

Sanou evolui, há mais de 35 anos no setor das telecomunicações, ocupando, a partir de 2010, o cargo de diretor do Gabinete de Desenvolvimento das Telecomunicações (BDT, sigla em francês) da UIT.

Em novembro de 2017, ele recebeu o prestigioso "Prémio do Líder Africano do Ano", em reconhecimento da sua contribuição excecional para o desenvolvimento.

"A minha visão é dar uma cara humana às TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), por exemplo, transformando o saco de aluno em tablete ou smartphone para dar a uma criança nascida no Burkina Faso, na Zâmbia, no Djibuti ou em São Tomé e Príncipe as mesmas oportunidades na vida que uma criança nascida em França, nos Estados Unidos ou no Japão", indicou Sanou.

"Relativamente às TIC, trata-se simplesmente do cérebro humano e isto é a coisa melhor partilhada. E penso que temos várias vantagens neste domínio. Porque somos inteligentes em África por necessidade. Somos obrigados a inventar várias coisas e, quando se aposta nas TICs, esta criatividade pode fazer-nos avançar muito longe e também contribuir para a paz mundial", explicou engenheiro burkinabe.

A UIT conta 193 países membros e perto de 800 entidades do setor privado, além de estabelecimentos universitários membros de setor.

Ela é a instituição especializada das Nações Unidas para as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

-0- PANA NDT/JSG/MAR/DD 06dez2017

06 Dezembro 2017 13:40:21


xhtml CSS