Burkina Faso observa luto nacional em memória de vítimas na Arábia Saudita

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) - O Governo do Burkina Faso decretou um luto nacional de três dias a partir de sexta-feira em memória das 22 vítimas burkinabes da debandada que fez cerca de 1.500 mortos durante a última peregrinação à Meca, na Arábia Saudita, anunciou um comunicado oficial.

Segundo o comunicado divulgado quarta-feira no termo duma reunião do Conselho de Ministros, a debandada ocorrida em Mina causou 22 mortes e sete pessoas desaparecidas na delegação do Burkina Faso, que deplora igualmente 15 mortes por doença.

No total, cinco mil e 662 peregrinos burkinabes viajaram para a Meca, enquanto 938 candidatos não conseguiram viajar devido à tentativa de golpe de Estado ocorrida no país.

O Governo informou que disposições foram tomadas para o acolhimento dos peregrinos de 15 a 24 de outubro de 2015 pelas autoridades governamentais e religiosas e a organização de cerimónias religiosas em todo o território.

Ele indicou que um número verde foi instaurado para informar o público, bem como uma celúla de crise para a aassistência dos feridos no aeroporto e a assistência psicológica aos peregrinos e aos parentes.

-0- PANA NDT/JSG/MAR/TON 15out2015

15 Outubro 2015 15:31:15


xhtml CSS