Burkina Faso lança vasta operação de recrutamento de docentes

Ouagadougou,  Burkina Faso (PANA) – Uma operação de recrutamento de quatro mil 200 jovens com diplomas de segundo ano de ensino superior foi lançada quinta-feira no Burkina Faso, face a um défice de professores do ensino médio avaliado em seis mil e 399, soube-se de fonte oficial.

Anunciando o facto durante uma conferência de imprensa, o ministro da Educação Nacional, Martin Coulibaly, explicou que os candidatos retidos receberão uma formação de seis meses na Escola Normal Superior da Universidade de Koudougou (ENS/UK) e no Instituto das Ciências (IDS) antes de serem desdobrados no terreno.

« No termo da formação, eles deverão assinar um contrato com duração determinada de um ano renovável três vezes. O renovamento do contrato é condicionado pelos resultados de avaliação anual do contratante », acrescentou  o governante burkinabe.

Frisou que estes docentes auferirão mensalmente uma remuneração de 100 mil francos CFA (172 dólares americanos).

Para este ano, informou, o custo do programa é de dois biliões e 800 milhões de francos CFA (cerca de cinco milhões de dólares americanos), devendo o mesmo ser elevado a 46 biliões e 700 milhões de francos (mais de 80 milhões de dólares americanos) no termo dos cinco anos de execução.

Mais de 16 mil jovens serão envolvidos no termo do quinquénio,  precisou o governante burkinabe.

-0- PANA NDT/JSG/FK/DD 18março2016

18 Março 2016 11:36:13


xhtml CSS