Burkina Faso atrasa passagem para televisão digital

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) – O Burkina Faso não conseguiu respeitar a data limite (de 17 junho de 2015) fixada para a passagem da televisão analógica para a Televisão Digital Terrestre (TDT) por “défice de meios financeiros”, constatou a PANA, no local em Ouagadougou, capital burkinabe.

A Televisão Nacional do Burkina Faso (TNB) e várias outras  televisões privadas do país continuam a emitir em sistema analógico, apesar da data  de  17 de junho de 2015 fixada como data limite  pela União Internacional das Telecomunicações (UIT), em 2006.

A TDT, uma nova tecnologia que permite transportar 15 a 20 programas de televisão pelo modo digital para os telespetadores, deverá custar 40 biliões de francos CFA (cerca de 69 milhões e 547 mil dólares americanos) ao Burkina Faso, enquanto o Estado conseguiu mobilizar apenas oito biliões de francos CFA (quase 13 milhões e 909 mil dólares americanos).

O Governo burkinabe indicou, em março  último, que negociações estariam bastante avançadas com os bancos e outras instituições financeiras para obter os 32 biliões de francos CFA (55 milhões e 537 mil dólares americanos) que faltam a fim de que se possa lançar as obras das infraestruturas técnicas de instalação  da rede.

-0- PANA NDT/BEH/FK/IZ 19junho2015

19 Junho 2015 11:53:45


xhtml CSS