Burkina Faso acolhe primeiro Salão Internacional do Algodão

Ouagadougou, Burkina Faso (PANA) – A primeira edição do Salão Internacional do Algodão e Têxtil realizar-se-á de 27 a 29 de setembro de 2018 em Koudougou, na província do Centro-Oeste, soube-se segunda-feira junto dos organizadores do evento.

Segundo a Agência de Promoção dos Investimentos do Burkina Faso (API-BF), autor deste projeto, mais de mil visitantes profissionais provenientes de 20 países de África e do resto  do mundo são aguardados neste fórum.

Segundo a API-BF, este salão que decorrerá sob o lema « A Transformação Integrada do Algodão, Fator de Criação de Emprego e de Riquezas »,  tem por objetivo criar em África e, particularmente no Burkina Faso, um quadro permanente de discussões dos peritos mundiais sobre a transformação do algodão.

Segundo dados oficiais, o algodão é o segundo produto de exportação após o ouro e contribui,  com quatro porcento, para o Produto Interno Bruto (PIB) do Burkina Faso, que perdeu a sua posição de líder na produção algodoeira, a favor do Mali.

De momento, o país consegue transformar apenas dois porcento da sua produção.

Para a campanha agrícola 2017-2018, o Burkina Faso registou uma produção global de 553 mil toneladas de algodão numa previsão de 650 mil toneladas, ou seja um défice de 13 porcento em relação às previsões, explicou em dezembro último à PANA a Empresa Burkinabe das Fibras Têxteis (SOFITEX).

Vários produtores de algodão do Burkina Faso denunciam a má qualidade dos fertilizantes fornecidos aos agricultores, como a causa da diminuição de receitas, enquanto a SOFITEX aponta a má pluviometria.

-0- PANA NDT/IS/IBA/FK/DD 20fev2018

20 février 2018 13:22:40


xhtml CSS