Benin pretende produzir 2 mil magawatts de energia elétrica em 2016

Cotonou, Benin (PANA) – O Benin pretende elevar a sua produção de energia elétrica para dois mil megawatts até 2016, declarou o Presidente beninense, Thomas Boni Yayi.

Falando na abertura, quinta-feira, da conferência e exposição internacional sobre minas, energia e petróleo (BIMEPET-Benin-2014), que vai durar dois dias, o Presidente beninense declarou que o seu país decidiu "aumentar as nossas capacidades de produção  de energia elétrica para cerca de dois mil megawatts até 2016".

"Esta política apoia-se tanto no desenvolvimento das energias renováveis como no das energias térmicas para que a indústria beninense e o nosso povo possam ter energia em quantidade, qualidade e com o menor custo", acrescentou.

Para o Presidente beninense, a situação nacional em matéria de abastecimento de energia elétrica reflete em grande medida o estudo da questão a nível continental.

Para as necessidades de abastecimento de energia elétrica, estimadas em cerca de mil 500 megawatts durante as horas de ponta, Boni Yayi disse que o Benin dispõem apenas de 200 megawatts e numerosos estudos indicam uma potencialidade de mais de 600 megawatts de energia hidroelétrica e enormes potencialidades de desenvolvimento de outras formas de energia renovável.

A BIMEPET-Benin-2014 agrupa peritos e investidores provenientes de vários países. A conferência tem como objetivo apresentar os resultados do scanning do subsolo beninense feito há alguns meses e que permitiu identificar os seus minérios e propor aos investidores  oportunidades para a exploração destes recursos.

-0- PANA IT/TBM/SOC/FK/TON  25abril2014

25 Abril 2014 16:35:29


xhtml CSS