Benin coneta-se a segundo cabo sub-marinho

Cotonou, Benin (PANA) - O Benin pretende dotar-se dum segundo cabo sub-marinho de alta velocidade para aumentar a sua capacidade de fornecimento de acesso à internet, soube-se de fontes oficiais em Cotonou.

Estimado em cerca de 35 biliões de francos CFA (cerca de 70 milhões de dólares americanos), o Programa Regional de Infraestrutruras de Comunicação da África Ocidental (WARCIP-Benin) elaborado em parceria com o Banco Mundial vai aumentar a capacidade de internet do Benin e permitirá resolver os cortes acidentais do único cabo sub-marinho (SAT3) atualmente disponível.

O projeto vai contribuir para o aumento da cobertura das redes de banda larga com vista a reduzir os custos dos serviços de comunicação no país, bem como permitirá resolver a questão do acesso limitado e não concorrencial do atual cabo sub-marinho.

A primeira fase deste projeto, dum montante de 17.500.000.000 FCFA (cerca de 35 milhões de dólares americanos)  é inteiramente coberto pelo crédito da Associação Internacional de Desenvolvimento (AID) e poderá ser reeembolsável em 40 anos com 10 anos de suspensão.

O acordo de subvenção, assinado em 2012 entre o Banco Mundial e as autoridades beninense e ratificado esta semana pela Assembleia Nacional, permite a aplicação do projeto.

Mas, por enquanto um Plano de Ação de Reinstalação (PAR) foi elaborado para compensar e reduzir os impactos sociais negativos ligados à aplicação do projeto, designadamente perdas de bens e rendimentos para pessoas implantadas no percurso terrestre da fibra ótica.

-0-PANA IT/SSB/MAR/TON 21jan2013

20 Janeiro 2013 23:27:11


xhtml CSS