Benim adopta plano de implementação da Convenção de Estocolmo

Cotonou- Benim (PANA) -- O Benim dotou-se de um Plano Nacional de Implementação da Convenção de Estocolmo sobre os Poluentes Orgánicos persistentes (POP), soube-se sexta-feira de fontes oficiais na capital beninense.
Este plano adoptado quinta-feira, no final de um encontro dos peritos e quadros dos Ministérios da Saúde, Ambiente e Agricultura, ressalta a protecção da saúde humana, bem como do ambiente contra os efeitos nocivos dos POP.
Também diz respeito à eliminação destes poluentes, à transição para alternativas mais seguras, adopação de tecnologia apropriada, identificação dos POP adicionais, bem como à eliminação dos velhos stoks e de equipamentos contendo estes produtos tóxicos.
O documento concede um lugar importante à vertente "Informação- Educação-Sensibilização" por forma a suscitar no seio das diferentes camadas da população e das categorias sócio-profissionais, a vontade de se envolverem na luta pela eliminação dos POP a médio prazo.
Os POP, designadamente pesticidas e outros produtos industriais, estão na origem de cancros, alergias e reações de hipersensibilidade, lesões do sistema nervoso central ou periférico, destúrbios genéticos, deficiências do sistema imunitário e alteração do sistema hormonal.
Têm a característica de resistir à acção da água, ar, sedimentos e organismos durantes meses, até mesmo décadas.
Podem ser transportados para longe do seu local de emissão e constituem as substâncias químicas mais tóxicas do mundo.

05 Dezembro 2003 12:32:00


xhtml CSS